DNA – CEA: o que é isto?

07 abr 2012 Autor: Coment(s): 0 Em: Blog Tags: ,

A CEA – Collie Eye Anomaly, ou Anomalia do Olho do Collie, é um estado clínico que se caracteriza por desordens nas estruturas oculares do cão. Dentre as alterações destaca-se a hipoplasia da coróide, uma camada de vasos sanguíneos responsável pela irrigação da retina, o que pode ocasionar o descolamento de retina, com ou sem hemorragia intra-ocular, levando a cegueira total ou parcial. Atinge cerca de 2% dos exemplares (TILLEY, SMITH). Outras alterações que ocorrem são coloboma do nervo óptico e estafiloma.

 

A CEA é uma condição autossômica recessiva, que pode ser identificada através de exame clínico do fundo de olho, com o oftalmoscópio (NÃO DISPONÍVEL PARA ESTE FIM NO BRASIL), até os 3 meses de idade, ou preferencialmente através de exame de DNA, que irá identificar também os animais Portadores (Carriers), mesmo que não sejam Afetados (Affected). Muitos cães terão a visão aparentemente normal, a menos que ocorra o descolamento de retina.

 

Ocorre também cães que não apresentam a doença serem heterozigotos, ou seja, portadores do gene recessivo que a provoca, podendo quando cruzados com outros cães que também sejam Portadores (Carrier), gerarem cães Afetados (Affected). Não há tratamento para a reversão da condição, daí a importância da prevenção nos acasalamentos.

 

Portanto, devem-se evitar cruzamentos entre cães que sejam Afetados (Affected), e também entre cães que sejam Portadores (Carriers) do gene, para desta forma não propagar a doença. Animais que são Afetados (Affected) não devem acasalar e animais Portadores (Carriers); devem acasalar somente com animais Normais (Livres de CEA). Filhotes de acasalamentos Portador x Normal terão que ser examinados para saber se são Portadores ou Normais. Filhotes de acasalamentos de Normal x Normal estão livres do exame porque serão 100% Normais.

  • NORMAL – XX
  • CARRIER – Xx
  • AFFECTED – xx

 

Nos cruzamentos, as combinações dos “X” e dos “x” e as respostas serão as probabilidades.

 

FONTE: Med. Vet. Braiane Hendges – Santa Maria, RS

Deixe seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>